“Nossa, essa noite eu dormi como um bebê...”, você já ouviu essa frase e pensou “certamente essa pessoa não tem um bebê em casa”?

       Se sim, nós entendemos você completamente!


      O sono pode ser um grande desafio na rotina com um recém-nascido, pois, como tudo ainda é novidade, é necessário que ele se acostume não apenas com as pessoas, mas também com os sons, luzes e temperatura dos novos ambientes que convive.

     Por isso, a primeira coisa a saber é: um bebê não tem um ciclo de sono estabelecido, ele precisa construir um e esse processo pode levar pouco ou muito tempo (e tá tudo bem!). Porém, para amenizar o impacto disso na sua rotina, é preciso ter planejamento, apoio e muita paciência.


      A privação de sono pode atingir diretamente o humor e disposição dos pais, e, consequentemente, piorar a construção de bons hábitos na hora de dormir, afinal, é difícil ter paciência e raciocinar diante das coisas quando se está muito cansado. 

      E o que podemos fazer para melhorar essa situação?


CUIDE DO SEU SONO TAMBÉM


     Em primeiro lugar, como você vê o seu sono? É comum que, quando um bebê chega, a gente pense apenas nas necessidades dele e como ele pode ser cuidado e abraçado com afeto e qualidade. Mas e você? Suas emoções importam muito para o bem-estar de toda a família e você precisa estar bem nesse momento tão delicado que é se tornar mãe ou pai. 

      Pense rápido: quem é a sua rede de apoio? Se você ainda não possui uma, pense em pessoas que possam te dar suporte para os momentos práticos do dia, inclusive aqueles em que você possa descansar também. 

       A regulação do sono é um desafio não apenas para a criança, mas para os pais também. Pedir ajuda e buscar atitudes para “repousar” a mente e o corpo podem te ajudar. Além disso, no caso da mãe, a sincronização hormonal da amamentação tende a acompanhar os momentos de sonecas do bebê, o que mostra que é possível descansar nos intervalos quando se tem apoio.

     Porém, esse é o grande desafio, pois as mulheres costumam viver um “terceiro turno” que consiste nas tarefas domésticas, o que muitas vezes é cobrado pelo corpo em forma de cansaço ou até mesmo doenças causadas pelo estresse.

     Para ajudar, separamos algumas dicas:


- Busque organizar a sua separando as prioridades: nem todas as coisas são tão urgentes como parecem e se você colocar metas alcançáveis para o dia, poderá ter mais momentos livres.


- Você também é prioridade: cuide das suas necessidades e busque apoio para cuidar de você.


- Faça tarefas com o bebê acordado: busque realizar coisas com o bebê acordado também, não espere apenas os momentos de soneca.


- Como está o sol por aí? Passeie ao ar livre e garanta que você e seu filho tenham contato com a luz do sol, pois ela ajuda na qualidade do sono, bem-estar e saúde geral. Busque distrações como visitar amigos e ir ao supermercado, pois ficar apenas em casa pode influenciar na sua disposição. 


- Deixe os eletrônicos de lado: estabeleça um horário para “desconectar”, deixar o celular em um canto e realmente buscar fazer algo para relaxar. Essa prática vai melhorar a qualidade do seu sono e de toda a sua família, acredite!


       Acima de tudo, saiba que dias melhores estão perto. Ainda que agora as noites sejam difíceis e você esteja sofrendo com a privação de sono, insista em manter a rotina e persista na construção dos hábitos, pois o resultado com certeza virá.

15 de junho de 2022 — Roberta Machado

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados